Caneta e Papel

(com qualquer ou nenhuma inspiração.)

Dormir com o travesseiro úmido não é lá muito legal. Mas durante a noite foi impossível segurar saudades, dúvidas, desejos, pensamentos, tudo vindo de uma só vez. Não pude resistir ao meu lado mais fraco.

Agarrei a Pucca e enquanto estava abraçada a ela, fiquei lembrando de um passado bom. Exatamente da pessoafeeling_insecure_by_daimonia que me deu a boneca. Entre as lágrimas, fiquei pensando se jamais voltarei a me sentir tão importante, respeitada, amada, única pra alguém. Tentava entender se é certo, se é bom manter algum foco nessa esperança, que muitas vezes já pensei ser tola.

Não sei exatamente o motivo, mas remontei só no pensamento cada momentinho do B-side. No estado confuso que tenho vivido e de conflito comigo mesma, veio de súbito aquilo que sempre quis sentir na vida e, por breves momentos, pude ao menos experimentar o aroma.

Alguém que veio de outra cidade só pra me conhecer, que me tirou de um lugar de descrédito, me tratou como princesa, que se parece tanto comigo e é, ao mesmo tempo, diferente, que não disse coisas opostas ao agir, honesto e respeitoso, que com todas as suas limitações não me machucou ou deixou ilusões pairando no ar, provando que coisas de bem e boas existem, sem que eu precise me anular para tê-las. Um príncipe como gosto de me referir a ele.

Percebi que ando tal e qual naquela época, com a sensação de que há algo de errado comigo ou com minhas escolhas, com os enganos que gosto de maquiar, mesmo sem querer. Ando precisando de um B-side na minha vida novamente. Apesar de não ser mais sombra do que era há 3 anos atrás, ainda esbarro nesses problemas que, pelo que posso compreender, não consigo dominar de vez. Deve haver algum fio solto nesse esquema e que se esconde das minhas mãos.

A verdade é que, geralmente, o meu instinto de sobrevivência me faz arrancar o que julgo joio pela raiz. E confesso que reluto tanto pra fazer isso, mas quando faço é praticamente um ‘para sempre’.

O pior é que não consigo ser tão forte quanto gostaria.

Enfim…

ps.: B-side, com muito atraso, mas.. obrigada pela oração! Acho que nunca precisei tanto quanto no dia do meu niver. Beijos, luv U 2!

Um comentário sobre “past continuous

  1. seuladob disse:

    Pucca? Gostei! rs Se cuida tá? Tudo vai dar certo! Confia. Ah, elogio dá um gás mesmo! Obrigado! :*

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: