Caneta e Papel

(com qualquer ou nenhuma inspiração.)

Quantos de nós seriam necessários para satisfazer tudo e todos que estão em nossas vidas? Quantas virtudes deveríamos possuir para agradar gregos, troianos, atenienses.. e persas? Inúmeros, talvez incontáveis de nós seriam necessários. E muito provavelmente estaríamos em falta.

A verdade é que não dá pra satisfazer todo mundo. Nem conosco podemos estar 100%. Mas tente explicar isso pra alguém… entra por um ouvido e sai pelo outro. Ó, céus!

Quando pensamos estar livres de amarras, lá esbarramos em outras prisões.. ou cultivamos ambientes pra que se instalem. Por mais que tentemos nos convencer ou gritar aos quatro ventos o quanto isso não nos importa, é fato que sempre se dá um cadinho de ouvidos à opinião alheia. E o pior: nos limitamos a isso.

Dizer que não nos afeta é mentira. Quem tem brios não é indiferente. A diferença é o lidar com isso.

Tenho aprendido a não me influenciar tanto. Machuca? Sim, muito. Difícil compreender como um simples jeito de ser pode incomodar tanto. Mas a conclusão que chego é sempre a mesma: o problema não é comigo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: