Caneta e Papel

(com qualquer ou nenhuma inspiração.)

Não que considere esta idade um marco, mas parece que é mesmo difícil não sentí-la como tal, deve ser um tanto parecido com aquele marco feminino dos 15 anos, sei lá. Li um monte de coisa sobre balzaquianas, parece que há um certo glamour nisso, hauahau. E lendo algo mais pelo Google, achei este depoimento: …

Continue lendo

Mesmo com tanta coisa pra contar, coisas boas na maioria, tudo o que me ocorre agora pra escrever é sobre esta sensação de coração miudinho. Porque? Não sei. Dormi e acordei da mesma forma e não gosto nada disso. Minha intuição é uma brincante e não sei nem decifrar. Que complicado não?? Tomara, apenas, que …

Continue lendo

Não tenho terapeuta. Apesar de tanta coisa tortuosa, complicada, problemática na minha vida, nunca fui atrás de ajuda profissional. Mas não acho errado quem lança mão disso e fico pensando no quanto sou covarde nesse sentido. Talvez, cedo ou tarde, eu precise conversar com alguém que ajude me desvendar, coisa que é complexa até pra …

Continue lendo

– gente, cadê meu celular?? – o dólar aumenta.. (e a minha pressão vai junto!) – porque alguém com um copo de ovomaltine chama tanta atenção no ponto de ônibus? – gente de olho compriiiido… – conto ou não conto?? hã?? – como é bonitinho um papai dando de comer pro filho. BABO!! – acho …

Continue lendo