Caneta e Papel

(com qualquer ou nenhuma inspiração.)

No final de semana retrasado, na aula de Espanhol, a maestra (não sei porque cargas d’água) resolveu antecipar a aula com mídia. O filme de trabalho era “En busca de la felicidad“. Fiquei curiosa, afinal não tinha visto nas telonas e muito menos sabia que dias passava na TV paga. Will Smith é show e neste filme conseguiu passar pelas suas expressões faciais toda a carga de emoção do filme (sem contar as partes levemente cômicas do roteiro).

Posso dizer que esse filme foi um motivacional pra mim. Mais que motivacional: foi um reflexo do que tenho vivido, da minha busca pessoal pela felicidade, pelo sucesso, pela satisfação, pela minha realização. Só vi uma vez e gravei praticamente todas as passagens mais marcantes do filme. Todas, sem dúvidas, relevantes pra entender que é possível, sim, encontrar a luz no fim do túnel.

A história é baseada em fatos reais da vida de Chris Gardner, atualmente bem-sucedido homem de negócios no mercado financeiro. Antes disso, ele era um homem afundado em dívidas, em depressão, mergulhado em negras nuvens e que um dia acreditou ser capaz de alcançar seus sonhos, independente do que o mundo à sua volta lhe gritasse nos ouvidos.

Me emocionei em diversas cenas. Pra falar a verdade, gravei muita coisa do filme justamente por parecer serem pra mim aquelas palavras e lições de vida. Não só por ser baseado em fatos reais, mas por reconhecer verdadeiras muitas situações do filme: a incredulidade dos outros, a desmotivação que os outros tentam nos impor, as dificuldades que parecem brotar do chão, as barreiras que, quando menos imaginamos, parecem ficar ainda mais difíceis. E, principalmente, a busca por saídas que parecem nem existir.

Os momentos de cumplicidade entre pai e filho também são lindas. Dá aquela sensação de que, ainda que haja apenas um ser que nos dê forças e nos motive, é sempre menos árduo caminhar. A vida de Chris e seu filho, Christopher, não foi fácil: além das dívidas, ele foi abandonado pela mulher, foi preso pela falta de pagamento de multas (justamente no dia de sua entrevista para o lugar que almejava alcançar..), levava o filho durante suas vendas (de onde tirava o sustento de ambos, enquanto estudava para os exames da empresa), foi roubado, atropelado, passou por momentos humilhantes, foi despejado e teve, inclusive, que doar sangue para ganhar algum dinheiro (já que o governo havia tomado toda sua poupança como pagamento dos impostos atrasados). E tudo isso vivido com o filho ao lado.

O fim da história é marcante, mostra toda a surpresa e felicidade de Chris, contidas em seu choro preso e em seus olhos marejados, enquanto ouvia dos dirigentes da empresa os motivos pelos quais ele havia sido o escolhido. Uma verdadeira história de superação, que mostra que é possível sair do fundo do poço e que não importa que ninguém mais acredite: basta que você creia e faça acontecer seus propósitos. Quase choro junto com o personagem, rss.

O filme foi muito verdadeiro ao enfocar que sempre haverá algum motivo pra que nos faça desistir dos sonhos. Sempre haverá alguém pra pronunciar observações negativas. De algum lugar virá algo que nos faça fraquejar, que nos leve ao desespero, que nos


faça acreditar que somos incapazes. Quem cede a isto, realmente, não pode ir muito longe. Fiquei pensando se Chris Gardner tivesse se desesperado e tivesse desistido dos exames para admissão na empresa. Será que ele seria hoje o homem de sucesso que é? Na altura do campeonato em que estava, sinceramente, não.

Essa história é daquelas que precisamos ‘sacar da manga’ sempre que vier o desânimo. Nos faz lembrar que nada está tão ruim que não possa piorar. E nos faz crer que todo esforço é recompensado.

Além de me valer 10 pontinhos no curso de espanhol, essa história de vida veio em muito boa hora. 😉

Um comentário sobre ““Em Busca da Felicidade”

  1. Emela disse:

    Eu jah assisti eh mto lindo e emocionante, uma verdadeira lição de vida e de que devemos msmo lutar por nossos sonhos…
    beijos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: