Caneta e Papel

(com qualquer ou nenhuma inspiração.)

O cara – Hugo Chávez – reclama e brada veementemente contra o outro cara – George W. Bush. Arma-se de todo um arsenal de ofensas contra o caráter do seu inimigo declarado – pelo Chávez, obviamente – e critica a postura militarista do norte-americano.

Depois este mesmo cara dissolve o senado de seu país. Concentra em si todo o poder decisório venezuelano. Arma-se até os dentes. Aí, posa de bom moço e financia a candidatura de Evo Morales – da Bolívia – e o apóia na decisão de tomar as instalações da Petrobrás. Mais na frente, resolve se meter na briga interna dos outros – Uribe e as FARC – e, de novo, posa como o pai dos ‘frascos e comprimidos’ ao intermediar a libertação de 3 2 reféns.

Agora, depois que a Colômbia resolve atacar os “revolucionários – e se excede, é bem verdade, ao afetar território vizinho – o cara, que faz o impossível para atacar o outro, desafia o continente – sem nenhum motivo aparente  – e conclama os ares de guerra.

E agora, José?

Não tava faltando mais nada mesmo.

Acredito na força da diplomacia.  Acredito que tudo ainda têm saída. Aliás, o que seria do mundo sem os diplomatas.

(aff.. mas que dá raiva ver este ensandecido posando de ditador – ridículo, diga-se de passagem -, dá. pobres venezuelanos.)

A próposito:

Hugo Chávez, ¿Porqué no te callas? 😕

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: