Caneta e Papel

(com qualquer ou nenhuma inspiração.)

conheço pessoas que acham fantasiosa a idéia do poder que uma palavra tem. já eu acredito bastante no poder de elevar ou destruir de um simples emaranhado de letras. e um conjunto delas está me fazendo derramar teimosas lágrimas. so hard..

Em algum momento, em 7/8 anos atrás, algo ressoou no meu ouvido. Chamo de “algo” aquele sopro intuitivo que me envolve sem que eu consiga decifrá-lo de pronto. Irremediavelmente, muitas vezes, só reconheço o “algo” depois que ele ocorre. Bom, não sei se exatamente por intuição ou por aquele enlace que acredito existir segundo o …

Continue lendo

“Um bebê nasce. O médico anuncia: é uma menina! A mãe da criança, então, se põe a sonhar com o dia em que a sua princesinha terá um namorado de olhos verdes e casará com ele, vivendo feliz para sempre. A garotinha ainda nem mamou e já está condenada a dilacerar corações. Laçarotes, babados, contos …

Continue lendo